quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Olhar de Mulher


Olhar de Mulher!

Desespero Amarelo...


Te ver inesperadamente...
Me fez lembrar aquela poesia de Baudelaire,
"A uma Passante"
Ele diz:
'No tempestuoso céu do seu olhar distante,
A doçura que encanta e o prazer que assassina'
Refleti!
Muitos passam por nós.
Mas como um relâmpago, incendiando, isso é raro!
Tu que eu teria amado secretamente...
E te vejo nesta rua rapidamente...
Majestoso!
Primeiramente olhei seu cabelo...
Me incendiou...
Cabelos curtos...
Instantaneamente meus lábios imaginários percorreram seu pescoço...
Em uma carícia vagarosa e sensual...
Eu me refletia em sua camisa amarela...
Desespero total!
Naquele instante te toquei secretamente...
Loucamente...
Este cabelo curto me tirou o sono...
Quis logo escrever,
Relatar o meu desespero feminino...
Ansiei por um olhar!
Você não me viu passar...
E tampouco você foi embora!
Pois ficou impresso em meu ser...
Você estava leve, solto...
Com sua camisa amarela...
Com seu cabelo curto...
Me afrontando com sua beleza masculina e sensual...
Me enlouquecendo de paixão!
Proibido!
Nossa!
Você é proibido!
E você muitas vezes passa por mim...
E eu olho para ti admirando sua beleza...
E relato esse sentimento insano...
Não pude me controlar!
Não poderia prever a sua aparição!
Relâmpago real em meu ser!

Simone Leite Gava

Poesia para o passante de camisa amarela...





2 comentários:

blogdozemarcos.com disse...

Nossa, Simone, que lindo! E que olhar de mulher. Parabés!!!

Simone Rovida disse...

oi amiga não sei.... até tá parecendo uma adolescente apaixonada!...rsrsrs... perfeito essa poesia..."para os corações apaixonados" um olhar de mulher....
bjs
Si